You are currently browsing the category archive for the ‘reflexão’ category.

Plasma em plena ação.

Plasma em plena ação.

Desde quando era criança sou completamente fascinado por raios. Eu costumava ficar horas observando aquelas nuvens negras pairando nas alturas, esperando avidamente pelo próximo relâmpago brilhante, aquele rasgo branco no céu, e logo em seguida ouvir o som trovejante de sua passada pela atmosfera. “Que coisa magnífica”, pensava eu. “Como é lindo e poderoso ! Como será que acontece ?” As outras pessoas olhavam, e depois iam embora, Elas nunca conseguiam prestar atenção nessas coisas, como costumo pensar. “Porque elas nao pensam como eu?” indagava-me.

Sempre olhei para os raios e trovões, ou melhor, para as tempestades em geral, como uma prova do poder da natureza, do poder de Deus. Era um misto de beleza, de espanto, de admiração e de respeito. Eu gostava de sentir esse misto de sensações dentro de mim ao observar a Força dos Elementos. Como a Natureza é forte! Ela pode desenhar as formas do Planeta como bem desejar. Ventos fortíssimos, chuvas torrenciais, relâmpagos de milhares de Volts, todos esses fenômenos que moldam a superfície da Terra, seguindo as Leis do Universo de renovação e mudança constante…

Os raios são descargas descomunais de energia entre as camadas mais carregadas da atmosfera e a litosfera. Faz sentido dizer que os raios são o Poder de Deus, pois a eletricidade é uma das forças motrizes que dirigem todas as coisas. Do Micro ao Macrocosmo.

As ligações entre os átomos são compostas por forças de natureza elétrica.

Ultimamente, têm-se dado espaço para uma nova teoria de formação de Estrelas e Galáxias, que é a Teoria do Universo Elétrico, ou Universo de Plasma. Plasma é o 5º estado da matéria, consistente de íons livres em ambientes de baixa densidade (vácuos). O Plasma é um meio altamente transmissor de eletricidade, e há cientistas sérios, ganhadores do Prêmio Nobel, que afirmaram que grande parte do Universo conhecido é formado de Plasma, desse gás ionizado dispersado, através dos anos-luz que separam os astros.

Esse Plasma seria o responsável pela “alimentação” de energia das estrelas, responsável também pela imensa força de atração/repulsão observada em diversas interações dos astros, pelos formatos de galáxias, pela formação de novas estrelas e sistemas solares. A Teoria em si explica e prevê muito do que hoje em dia é ignorado pela Comunidade Astronomica vigente.

Voltando ao meus pensamentos infantis… os raios que gosto tanto de observar sao feitos do mesmo material que as estrelas. A força que faz com que ocorra o raio é a mesma força que faz com que os sistemas e as galáxias sejam como são…

Então, quando olho aquele relâmpago lá no céu, bem longe… minha mente viaja para locais distantes, vê todas as consequências da existência de tal força, e chega à conclusão de que, afinal de contas, aquilo é sim uma demonstração do Poder criador de Deus, o Grande Arquiteto do Universo !

Salamaleico 🙂

Anúncios

Como fazer para conseguir atenção de um público ?

Essa é uma pergunta que despertou recentemente em mim.

O que aconteceria se, de repente, algum zé-ninguém descobrisse algo incrível e/ou fantástico ? Esse alguém seria ouvido ? Alguém prestaria atenção ao que ele descobriu ?

Dificilmente. Por que alguém se importaria com um coitado qualquer, que mal tem dinheiro suficiente pra ter os gostos atendidos, que mal sabe falar em público, que só tem uma faculdade e um emprego mediano… quem se importaria ?

Chamariam essa pessoa de louca, de insana, ou simplesmente a ignorariam. Ou… no pior dos casos… a apedrejariam, a espancariam e a crucificariam… como fizeram com um certo cara há muito tempo atrás.

Adiantaria algum visionário falar algo fantástico, maravilhoso, que faria toda a diferença se todos praticassem aquilo que ele descobriu ?

….. (muitas reticências)

Somente alguns poucos dariam ouvidos. Somente alguns poucos entenderiam a mensagem, ou se dariam ao trabalho de ouvir tal pessoa.

O problema é que nem sempre a mensagem chega onde precisa.

Às vezes, tal mensagem seria extremamente necessária para certo grupo de pessoas ouvir. Essas pessoas estariam totalmente preparadas, prontas para recebe-la. Mas, devido a várias dificuldades e complicações, a mensagem não chega, ou se consegue chegar, é tarde demais. O momento certo já passou. Quem teve a idéia inicial não está mais presente… essa pessoa se foi.

Esse grupo de pessoas que recebeu a mensagem tardiamente passará por um dilema. Eles não saberão o que fazer com tal conhecimento, pois a fonte original do mesmo não existe mais. E então ?

É algo difícil de se fazer, mas é o que resta para eles: continuar a espalhar o conhecimento que aprenderam. Não rete-lo jamais, pois isso é o mesmo que matar esse conhecimento, privando as prováveis pessoas, que possuem a clareza espiritual, de reconhecerem o poder que tal mensagem encerra…

A Verdade não está concentrada em um único ponto. Ela está espalhada em todas as partes. Todas as partes são importantes, e elas juntas perfazem O Todo. Portanto, todas as pessoas, todos os dias, contribuem para a compreensão da Verdade, pouco a pouco. Todas as pequenas gotas de sabedoria que pingam dia-a-dia do cálice das pessoas são essenciais para o crescimento da felicidade no mundo.

Não desistirei de dizer o que penso acerca de todas as coisas. Não desistirei de tentar abrir os olhos das pessoas que estão dispostas a enxergar, e não fecharei meus olhos para aquilo que os outros quiserem me mostrar.

Rogo para que eu tenha a paciência, a humildade e a fé necessárias para manter essa minha Promessa que faço nesse momento, diante de todos aqueles que venham a ler este escrito.

Liberdade, hoje e sempre !

obs.: retirei esse texto de um outro blog meu, O Viajante Universal, que acabei fazendo outro dia quando deu pau na proxy para o wordpress aqui, e eu simplesmente precisava escrever em algum lugar o que tinha na cabeça.

tencommandmentsOlá meus amigos leitores… já faz um tempo que não volto a escrever aqui. Estive ocupado… agora espero voltar com fôlego e idéias para alimentar suas reflexões…

Esses dias assisti ao filme Os 10 Mandamentos, de Cecil B. DeMille. Nossa, que filmão. Mesmo sendo antigo, mesmo sendo bastante “ensaiado”, dando aquele toque teatral à atuação, é um clássico. E realmente me fez refletir… valeria a pena ser um magista ? Valeria a pena fazer rituais de magia, falar com espiritos, se dar ao trabalho de tudo isso ? Para quê, eu pergunto. Se nós somos Deus, e Deus está em tudo, e Deus é o que nos move através  da vida, do tempo e do espaço… de todas as experiências, é essa força que nos move. Não, de forma alguma estou falando no Deus da igreja, no Deus dogma… no Deus Bíblia. Estou falando do Deus agnóstico. Essa entidade que só sabemos um pouco, que sentimos dentro de nós e ao nosso redor, e que conecta tudo. É Dele que estou falando.

Para que, realmente, “adorar deuses de pedra” ? Eu entendo o que essas doutrinas pregam. Creio que já li o suficiente para compreender. Os magistas, wiccans, shamans, umbandistas e afins… realmente contatam seres do mundo astral para conseguir informação, auxílio, esclarecimento, e não há mal algum nisso… mas acho que todos deveriam se lembrar e se concentrar mais no Principal. É aí que entra o tal Deus agnóstico que mencionei. Você é Deus. Respeite a vontade sua, ou seja, Dele, que são a mesma coisa. Exatamente por isso que, num dos mandamentos, diz para não se curvar perante ídolos, pois não há ninguém acima de si mesmo, ou do próprio Deus, que é Tudo, inclusive você. Curvar-se seria o mesmo que se escravizar para outra força, e isso é ridículo, pois onde já se viu Deus escravo ? Isso é sem fundamento, é um contra-senso contra você mesmo.

Ok, então para deixar claro: acho muito interessante, muito instrutivo e realmente muito poderoso o contato com os Antigos Espíritos da Terra. Espero um dia presenciar um fato desses, e humildemente, prestar meus respeitos. Mas, continuarei de cabeça erguida, ouvindo o Deus que há dentro do meu peito, que é a fonte de energia que jorra no meu próprio Espírito, e que me deu a dádiva de estar aqui, encarnado, nesse momento.

Outra coisa que estava pensando após ver esse filme e que me veio à cabeça… Tantas pessoas seguem os 10 mandamentos à risca, simplesmente porque está escrito na Bíblia, ou porque ouviu na igreja sobre eles, ou porque assim dita o comportamento “politicamente correto”. Para essas pessoas, eu só tenho a dizer uma coisa: “AFFFFF”.

“AFFFF” pra vocês, que não usam seu discernimento. Qual o valor de tal lealdade para com um código ? Nenhum.

Para que o código tenha realmente peso, e valha alguma coisa, você deve concordar com cada sílaba dele. Deve perguntar para seu íntimo “isso está certo?” e verificar a resposta que vem. Somente assim você o seguirá e respeitará, pois somente com significado PROFUNDO as palavras realmente valem alguma coisa…

Isso vale desde os 10 mandamentos até o Código de Defesa do Consumidor. Claro que há um abismo imenso entre uma coisa e outra, mas dá para você entender o que quero dizer… um pedaço de papel em que diz o que você deve fazer, e você acaba concordando com isso, se chama Contrato. Aliás, nem precisa ser pedaço de papel. Pode ser verbalmente mesmo.

Mas, voltando ao ponto… o que quero dizer é que os 10 mandamentos não valem LHUFAS se você simplesmente os segue cegamente. Agora, se você o segue porque tem absoluta certeza de que aquilo é certo, e é o melhor para você, ahhh, então você está em paz, pois consegue ter uma lista básica de regras a seguir que te satisfaz de maneira ampla.

Percebe a diferença ? Você não seguirá os 10 mandamentos porque te forçaram… mas porque você os aceitou de bom grado. Aquelas regras estão em concordância com seu Eu Interior… ou Eu Maior, ou Atmã… ou simplesmente Deus.

É como se fosse um casamento. Você se casará/casou com sua esposa porque vocês se encaixaram… houve uma fusão, uma assimilação desde os aspectos mais básicas da existência até os mais elevados… até o Amor… e vocês se uniram. Acontece o mesmo com o código Divino e seu espírito. Somente com o “casamento” os milagres acontecem.

Abraços, meus amigos…

Encontrar a paz é algo que todos querem. Mas muitos confundem o que exatamente é a paz.

Paz não significa letargia, imobilidade… tédio. Paz é um estado de espírito, em que a pessoa se sente tranquila e/ou realizada. Realizada, nesse sentido, quer dizer “conseguir o que queria”, ou “atingir o objetivo”. Mas, para conseguirmos isso precisamos lutar. Lutar para conseguir o que queremos, para atingirmos nosso objetivo. Ora, mas o objetivo não é a paz ? Sim. E precisamos lutar pela paz ? Sim.

Parece contraditório, paradoxal. Lutar pela paz, sendo que a paz é justamente a ausência de luta. Mas é assim que tem que ser. Da luta, chegamos à paz. Da paz, vamos à luta, porque não dá pra ficar parado o tempo todo, letárgico, sem ter objetivos. Isso seria igual à morte, pois paz eterna significa isso. Imobilidade total, para sempre.

Só há uma forma de termos paz eterna e não ser igual a morte. Teremos paz eterna quando atingirmos todos os objetivos, e conseguirmos tudo o que queremos. Seremos tão grandes, tão cheios de experiência por termos trilhado todos os caminhos para atingirmos todos os objetivos, que não haverá mais segredos para nós. Tudo se tornará claro, pois teremos visto tudo. De fato, ao conseguirmos tudo, nós seremos O Todo. Então, não haverá mais nada escondido de nós.

Daí, somente daí, teremos paz. Pois a paz só é alcançada através da luta pelos nossos anseios mais profundos.

Às vezes temos amostras do que significa a paz. Temos essa sensação quando passamos em concursos, compramos aquele carro que queríamos tanto, encontramos alguém especial para amar, conhecemos pessoas e lugares que há muito queríamos ver, comemos naquele restaurante novo que abriu no centro…

Ultimamente tenho sentido bastante essas pequenas parcelas de paz, ou serenidade. Tenho conseguido atingir vários objetivos em curtos períodos de tempo, e tenho uma serenidade e complacência enormes agora. Essas sensações são muito boas.     Estou tão bem como não me sentia há tempos. Por isso, digo que vale a pena lutar. E digo lutar não apenas em acordar cedo e ir trabalhar todos os dias, e “suar a camisa”. Digo lutar também no âmbito interno de cada um de nós. Lutar contra o desespero, a tristeza, a solidão, a melancolia. Lutar contra tudo isso, mandando-os para bem longe. Não somente lutar contra o mal, mas principalmente, lutar a favor do bem. Lute pelo bem. Às vezes isso é muito mais eficaz do que lutar contra o mal. Lutando pelo bem e conseguindo as parcelas de serenidade, damos exemplo às pessoas que estão ao nosso redor de como agir para que elas também se realizem, e sejam mais felizes…

Bom, é isso que eu queria compartilhar. Namastê !

Namastê ou Namaskar é uma saudação usado no sul asiático, da mesma forma como “olá” ou “adeus” seriam usados em português. O significado, porém, é diferente. Em sânscrito, na reflete uma simples negação. Mah refere-se ao ego. Portanto, namah significa “obediência, saudação reverencial, adoração ao seu eu interior”, mas não ao seu ego. Te é o dativo do pronome pessoal tvam, “tu”. Uma tradução poderia ser: “uma saudação reverencial ao seu eu interior”, ou “o deus que há em mim saúda o deus que há em ti”.

Fonte: wikipedia

Olá consciência coletiva global (vulgo Internet),

Acostume-se com o Não-Acostumamento !

– patenteado para TiagoMaisUm. Proibida a cópia ou utilização sem autorização prévia. Copyright© 2008. Todos os direitos reservados.

Haha, Ok, brincadeiras à parte…

Falando sério, estou aprendendo a usar isso. A não me acostumar com coisa alguma. Pois, uma hora ou outra, tudo mudará. “Tudo está em constante transformação”. Aí está uma frase clichê que, assim como tantas outras, é a pura verdade. E assim como todas as frases clichês, as pessoas a ouvem e não se dão ao trabalho de refletirem um pouco mais sobre a mesma.

Absolutamente tudo está em movimento, tudo se direciona para algum lugar, quer queiramos ou não. Desde a mais ínfima partícula no átomo até os aglomerados estelares, tudo se movimenta. Até os pensamentos. Até os sentimentos…

Apesar disso, temos uma tendência a cristalizar as coisas. Temos essa mania engraçada de dizer que tal coisa é assim, outra coisa é assado… mas considerando a “inestaticabilidade” das coisas, o que é agora já não é mais, pois deixou de ser aquilo assim que você pronunciou (ou pensou) a frase.

Muito complicado ? Ok. Tomemos um exemplo. Digamos que você está olhando para um prego na parede. Você olha para ele e diz “Isso é um prego”. No instante seguinte, ele ainda é um prego, é claro. O que voce esperava ? Que ele se transformasse em um Pintassilgo ? (Sempre quis falar isso, haha) É claro que não. Mas você não tinha como AFIRMAR COM CERTEZA.

Essa é a beleza do momento, do paradoxo do passado, presente e futuro. O prego estava ali, era um prego, mas NADA assegurava que ele ainda seria prego no momento seguinte – algo poderia ocorrer fazendo com que ele mudasse de forma, mudasse de estado físico ou perdesse sua integridade atomica… entre tantas outras milhares de possibilidades.

OK, talvez eu não tenha sido muito feliz no meu exemplo, mas creio que deu para entender o ponto principal. O que eu quero dizer com isso é que o melhor a ser feito é “acostumar-se com o não-acostumamento” de todas as coisas. É difícil, pois a inércia de pensamento e situações faz com que nos sintamos confortáveis em achar que tudo está bem e permanecerá bem. A estabilidade nos traz tranquilidade. E quando menos esperamos, tudo muda. TUDO PODE MUDAR NUM PISCAR DE OLHOS. De fato, tudo realmente está mudando a cada piscar de olhos, mas você não nota isso.

Voltemos ao prego. Quando você diz “Isso é um prego”, entre o começo e o fim da frase, os átomos do prego vibraram milhões de vezes, seus elétrons trocaram cargas com o ambiente ao seu redor, absorvendo e eliminando energia… entre tantas outras milhares de interações que ocorreram nesses poucos segundos. Nesse ínterim, pode-se dizer que o prego já nao é o mesmo, pois os átomos se modificaram, os átomos entre si já eram diferentes no final da pronúncia da frase.

Pois bem, isso foi só com o prego. Agora, aplique isso para todo o universo. Para todos os átomos de todas as moléculas, tudo mudando e trocando e transformando… imagine… (pausa para imaginar)… Fantástico, não ?

E lembre-se que isso foi apenas com o mero aspecto físico detectável por nossos sentidos e/ou invenções da ciência. Lembre-se que o ser humano só é capaz de detectar uma determinada faixa de frequência em cada um de seus cinco sentidos. Você enxerga todas as cores da luz visível, mas não vê abaixo do infravermelho ou acima do ultravioleta. Esse mesmo exemplo é aplicado para olfato, audição, paladar e tato. Certos animais conseguem detectar faixas de frequência maiores que nós, humanos, e isso já foi comprovado. Portanto, disso extrai-se que o ser humano é sim, fisicamente falando, bastante limitado. Claro que há meios de transcender essas barreiras físicas, mas isso fica para outro dia senão vou me perder muito na linha de pensamento aqui.

Então, tudo está mudando, tanto quanto nas faixas de frequência que conseguimos perceber assim como nas que não conseguimos. A principal consequência em não estar preparado para as bruscas mudanças que encontramos a cada momento é… sofrimento. Sofremos por não aceitarmos o que acontece conosco e às pessoas à nossa volta. Sofremos por acontecer coisas desagradáveis com a gente. Sofremos ao ver que o que estava bom não está mais.

Acho que a melhor maneira de remediar isso é aceitar o presente, e viver o presente, e deixar que o futuro venha como tiver de ser. Aceitar o presente e abraçá-lo, e procurar encarar o presente da melhor forma, pois talvez você esteja vivendo o auge do seu momento BEM AGORA, mas não está percebendo. Talvez na próxima esquina você passe por problemas e aí talvez demore um pouco mais para vir uma onda de “bons acontecimentos” de novo… sim, pois tudo é cíclico… esse é outro assunto que quero abordar mais profundamente depois, o aspecto cíclico do universo…

Outro fator que tenho notado ser bastante eficiente é você se centralizar. Focar em si. Olhar para dentro e ver se você está feliz, satisfeito, se está tudo OK. Olhar para dentro e consertar o que precisa de reparos, melhorar o humor aqui e ali, talvez fazer um exercício aqui e ali, alimentar-se melhor, comendo um pouco disso ou daquilo. Encontrar o equilíbrio Interno, ou seja, físico, mental, sentimental e espiritual. Isso com certeza te tornará muito, mas MUITO mais resistente a mudanças, porque você se tornará como uma rocha resistente, como uma ilha de pedra sólida em meio ao oceano das instabilidades da vida. Tenho procurado isso, e tem me auxiliado bastante…

As minhas metas nos últimos tempos têm sido, entre elas, de sorrir no presente, agradecer ao Universo pelo Agora, e sorrir face aos desafios e aos problemas que aparecerem. Sorrir diante da Vida, diante dos fatos diários, que se sucedem, vêm e vão e se mostram tão passageiros diante do Infinito que tenho adiante, diante da Felicidade e das Conquistas que estão vindo ao meu encontro, pouco a pouco. Tudo isso está vindo ao encontro de todos nós, não tenho a menor dúvida. Pois somos filhos do Cosmos e, portanto, herdeiros de sua Magnitude.

Sorria sim, pois tudo passa, inclusive uva passa. Não podia deixar de fazer uma piadinha infame =P

Aqui vai um poeminha muito singelo, que ouvi muito durante minha infância e que sempre me ajuda em diversos momentos… me faz lembrar de uma das maiores lições de vida que já tive (obrigado, mãe !) :

Lembrança, quanta lembrança
Dos tempos que já lá vão!
Minha vida de criança,
Minha bolha de sabão!
Como vais, como te apartas,
E que sozinho que estou!
Ó meu castelo de cartas,
Quem foi que te derrubou?
Tudo muda, tudo passa
Neste mundo de ilusão;
Vai para o céu a fumaça,
Fica na terra o carvão.
Mas sempre, sem que te iludas,
Cantando no mesmo tom,
Só tu, coração, não mudas,
Porque és puro e porque és bom!

Coração – Guilherme de Almeida

Sorria do perigo, do medo , da tristeza e da dor. Sorria com ironia, com sarcasmo. Olhe para esses fatos passageiros e pense “Já derrotei você. Você é um adversário vencido, pois no final, eu sempre serei triunfante!” O segredo da felicidade está AQUI e AGORA. Você tem o poder, eu também tenho. Sempre tivemos, mas nunca soubemos como usá-lo.

Somos todos Padawans compartilhando experiências…

Que a força esteja com todos nós !

Até breve !

Arquivos