You are currently browsing the category archive for the ‘historieta’ category.

Ele olhou para o horizonte, e pensou em tudo o que havia acontecido. Tantas batalhas, tantas pessoas, tantas coisas…. que já nao faziam parte dele. Lá estava ele, sozinho, contemplando o pôr do Sol. Tons de amarelo e vermelho nas nuvens mais altas, a brisa soprando de leve no seu rosto. A grama e as árvores acompanhando o vento, naquele último suspiro da tarde… faziam vir tantos pensamentos. Ele queria ser o vento, para poder ser livre. Tocar os céus, passar entre as árvores, sentir os últimos raios de Sol. Ele queria ser a própria terra sob seus pés, para sentir o murmúrio das pessoas, seus passos, o caminhar dos animais silvestres. Sentir o rio correndo em seu leito, célere, frio e límpido.

Refletindo para si mesmo, ele pensa como o mundo parece algo simples, pacífico e tranquilo, ao olhar para esse final de tarde. Ah, se tudo fosse simples… se todas as batalhas que tivesse travado tivessem sido diferentes… tantas perdas. Pessoas queridas nunca mais iria ver. Ferimentos quase mortais, agora cicatrizes profundas de recordação. A imagem da morte, da desolação e da selvageria. As consequências de tudo foram avassaladoras. Tudo isso estava marcado dentro dele, fazendo parte dele, como se fosse seu próprio corpo. Ele não sabia o que fazer para esquecer, para ser o que era antes. Não, não era possível, pois ele já não era o mesmo.

Nunca mais ele enxergaria a vida da mesma forma. Quando grandes fatos ocorrem na vida de um homem, ele se altera. Cria barreiras defensivas dentro de si. Amadurece, aprende e se prepara. A experiência endurece o homem, faz dele rocha resistente, amplia sua visão da vida, faz dele um caçador, um explorador, um sábio.

Subitamente, um sentimento de compreensão tomou conta de seu coração. Ele percebeu, sentiu, o que deveria fazer. Ele nunca havia sentido nada assim antes. Era como se tivessem aceso uma luz intensa na sua cabeça, iluminando seu caminho. Naquele momento, entendeu o passado e o presente, e sabia o que fazer a seguir. Ele reuniu todas as forças que conseguiu, toda a coragem e ousadia. Pegou sua espada e partiu, decidido, ao encontro de seu destino.

Anúncios

Arquivos