Plasma em plena ação.

Plasma em plena ação.

Desde quando era criança sou completamente fascinado por raios. Eu costumava ficar horas observando aquelas nuvens negras pairando nas alturas, esperando avidamente pelo próximo relâmpago brilhante, aquele rasgo branco no céu, e logo em seguida ouvir o som trovejante de sua passada pela atmosfera. “Que coisa magnífica”, pensava eu. “Como é lindo e poderoso ! Como será que acontece ?” As outras pessoas olhavam, e depois iam embora, Elas nunca conseguiam prestar atenção nessas coisas, como costumo pensar. “Porque elas nao pensam como eu?” indagava-me.

Sempre olhei para os raios e trovões, ou melhor, para as tempestades em geral, como uma prova do poder da natureza, do poder de Deus. Era um misto de beleza, de espanto, de admiração e de respeito. Eu gostava de sentir esse misto de sensações dentro de mim ao observar a Força dos Elementos. Como a Natureza é forte! Ela pode desenhar as formas do Planeta como bem desejar. Ventos fortíssimos, chuvas torrenciais, relâmpagos de milhares de Volts, todos esses fenômenos que moldam a superfície da Terra, seguindo as Leis do Universo de renovação e mudança constante…

Os raios são descargas descomunais de energia entre as camadas mais carregadas da atmosfera e a litosfera. Faz sentido dizer que os raios são o Poder de Deus, pois a eletricidade é uma das forças motrizes que dirigem todas as coisas. Do Micro ao Macrocosmo.

As ligações entre os átomos são compostas por forças de natureza elétrica.

Ultimamente, têm-se dado espaço para uma nova teoria de formação de Estrelas e Galáxias, que é a Teoria do Universo Elétrico, ou Universo de Plasma. Plasma é o 5º estado da matéria, consistente de íons livres em ambientes de baixa densidade (vácuos). O Plasma é um meio altamente transmissor de eletricidade, e há cientistas sérios, ganhadores do Prêmio Nobel, que afirmaram que grande parte do Universo conhecido é formado de Plasma, desse gás ionizado dispersado, através dos anos-luz que separam os astros.

Esse Plasma seria o responsável pela “alimentação” de energia das estrelas, responsável também pela imensa força de atração/repulsão observada em diversas interações dos astros, pelos formatos de galáxias, pela formação de novas estrelas e sistemas solares. A Teoria em si explica e prevê muito do que hoje em dia é ignorado pela Comunidade Astronomica vigente.

Voltando ao meus pensamentos infantis… os raios que gosto tanto de observar sao feitos do mesmo material que as estrelas. A força que faz com que ocorra o raio é a mesma força que faz com que os sistemas e as galáxias sejam como são…

Então, quando olho aquele relâmpago lá no céu, bem longe… minha mente viaja para locais distantes, vê todas as consequências da existência de tal força, e chega à conclusão de que, afinal de contas, aquilo é sim uma demonstração do Poder criador de Deus, o Grande Arquiteto do Universo !

Salamaleico 🙂

Anúncios